Meu Perfil
BRASIL, Nordeste, CARUARU, Homem, de 20 a 25 anos



Histórico


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis
 Irmaos
 Notícias
 Blog do Julio Severo
 Blog de Evangelismo
 Site para Reflexão
 Portas Abertas


 
Dica preciosa


Mais que Um Carpinteiro - Post 1

 

Começaremos hoje uma série de textos sobre As Características de Jesus, baseados no livro Mais que um Carpinteiro de Josh McDowell.

 

Boa leitura!

 

Você já reparou que quando falamos de Deus a maioria das pessoas até sorri e fica feliz, mas quando se fala de Jesus a coisa muda de figura!

O que Jesus tem de diferente?


Compare com Buda, Maomé, Maria e Os Apóstolos. Muitos o seguem e os “veneram” mas nenhum desses símbolos religiosos se declarou Deus.

Sim é isso que você leu. Nenhum deles se declarou Deus Manifestado em Carne.

 

O Novo testamento apresenta Jesus como Deus:

Tito 2:13 e João 1:1

“Aguardando a bendita esperança e a manifestação da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus”.

 

Ele tem características divinas:

Onipresença: Mateus 28:20

Onisciência: João 4:16

Onipotência: Mateus 8:26,27

Eternidade: João 1:4

 

Foi reconhecido por Deus pelas pessoas da época do novo testamento:

Paulo:Atos 20:28

Estevão: Atos 7:59

Autor da Carta aos Hebreus: Hebreus 1:9

 

Ele mesmo declarou ser Deus:

Em João 5:16-18 Jesus disse: Meu Pai trabalha até agora e eu trabalho também.

Os judeus não usavam a expressão “Meu Pai” e sim Nosso Pai.

Assim Jesus declara ser o Filho de Deus “Messias” esperado pelos judeus.

E demonstra ser igual ao Deus Pai quando declara que trabalha enquanto o Pai trabalha.

 

Em João 10:30 Jesus declara ser um com o Pai. “Esse um é indicado como unidade de essência”.

 

Em Marcos 2:5-7 Curou um paralítico e perdoou os seus pecados.

Isaías 43.25 restringe a autoridade de perdoar pecados a Deus.

Ele curou o homem para mostrar que tinha autoridade para perdoar pecados, mostrando que é Deus.

 

Veja um comentário sobre essa passagem bíblica:

“Ninguém na terra tem autoridade, nem direito para perdoar pecados,Ninguém pode perdoar pecados senão aquele contra quem eles foram cometidos. Quando Cristo perdoou o pecado, não estava exercendo uma autoridade humana. E como ninguém, a não ser Deus pode perdoar pecados, está conclusivamente demonstrado que Cristo é Deus, pois perdoou pecados”.

 

Para melhor compreensão:

O Paralítico pecou contra Deus. Pois todos somos pecadores(Romanos 3:23, Salmos 51:5).

Sendo assim só Deus poderia perdoá-lo, e Jesus (sendo Deus) fez isso ao falar e ao provar com a Cura.

 

Jesus declara sua divindade em seu julgamento:

Marcos 14:60-64

Quando interrogado: És tu o Cristo, o Filho do Deus Bendito?

A Resposta: Eu sou, e vereis o Filho do Homem(Jesus) assentado à direita do Todo-poderoso e vindo com as nuvens do céu.

 

Essa afirmação juntamente com as outras mostra que Jesus se declara o Messias esperado pelo povo de Israel e Deus manifestado em Carne.

 

Isso o faz diferente de todos símbolos religiosos da História!

Ele é o Caminho a Verdade e a Vida.(João 14:6)

 



Escrito por David Silva às 10h44
[] [envie esta mensagem] []




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]